Rússia fecha acordo para exportar medicamento contra covid-19 para América Latina e África


O Fundo de Investimento Direto da Rússia (RDIF) anunciou nesta segunda-feira (03/08) que fechou um acordo comercial com as empresas boliviana Sigma Corp, e africana 3Sixty Biopharmaceuticals, para exportar o antiviral Avifavir utilizado no combate contra o novo coronavírus.

Segundo a agência de notícias Sputnik, o medicamento será fornecido com um “mínimo de 150 mil unidades” para Argentina, Bolívia, Equador, El Salvador, Honduras, Paraguai e Uruguai através da empresa boliviana.

Além disso, a Bolívia receberá a tecnologia necessária para a produção do medicamento final.

De acordo com Kirill Dmitriev, diretor-geral do RDIF, os parceiros receberão a tecnologia para cortar os “custos logísticos e os termos de implementação do medicamento no tratamento de pacientes com coronavírus”.

A distribuição na África do Sul será feita pela 3Sixty Biopharmaceuticals, em parceira com a empresa russa Kromis.

“Esperamos que com sua ajuda [do Avifavir] nossos parceiros na África do Sul possam deter a propagação do coronavírus e salvar muitas vidas”, aponta o diretor-geral da Kromis, Andrei Blinov.

O medicamento Avifavir foi aprovado pelo Ministério da Saúde da Rússia para combater a covid-19, sendo o primeiro com a substância Favipiravir no mundo. O medicamento já foi exportado também para a Bielorrússia e Cazaquistão.

De acordo com as autoridades sanitárias russas, os ensaios clínicos, assim como os dados do primeiro mês de uso hospitalar, mostraram resultados positivos nos estágios inicial e médio da doença.

 

Fonte:

https://operamundi.uol.com.br/coronavirus/66018/russia-fecha-acordo-para-exportar-medicamento-contra-covid-19-para-america-latina-e-africa

Não há comentários

Faça um comentário