Mulheres que tiveram câncer também podem engravidar!


 

 Descobrir um câncer é sempre um choque na vida de qualquer pessoa. Quando se trata de uma mulher que ainda não tem filhos, a doença assusta ainda mais, pois gera muitas dúvidas em relação à possibilidade de engravidar após o tratamento. O ginecologista Luiz Fernando Dale, especialista em reprodução humana, explica que tudo irá depender do tipo de câncer, mas, na maioria dos casos, após o período de tratamento,  toda mulher pode ter uma vida normal e uma gestação, desde, é claro, que a doença tenha sido totalmente controlada.

Engravidar após câncer

 

279248-gravidez-saudavelA agressividade dos tratamentos, no entanto, pode atrapalhar a fertilização. “A quimioterapia e/ou a radioterapia poderão destruir óvulos e espermatozoides, levando à infertilidade. Mas poderemos sempre utilizar doadores ou então, antes do tratamento, a pessoa pode congelar os seus óvulos ou espermatozoides”, afirma.

Ele explica que essa possibilidade de congelamento de óvulos tem sido muito indicada e amplamente realizada em todos os casos de câncer, menos no de ovário. “O congelamento é realizado antes que a paciente inicie o tratamento de quimioterapia ou radioterapia. É um procedimento similar ao de uma fertilização in vitro. A paciente estimula a produção de óvulos com hormônio, eles são retirados e congelados. Após a recuperação do câncer, a mulher pode se submeter a um tratamento de fertilização utilizando seus próprios óvulos”, explica.

O método está sendo utilizado também em mulheres que ainda não são casadas ou que, por outros fatores, precisam adiar o momento da gestação. É uma maneira de preservar, através do congelamento, os óvulos mais jovens que ainda possuem uma boa qualidade. Nos dois casos, a gravidez se dá através da fertilização in vitro.

 

Fonte: Uol Saúde

 

Não há comentários

Faça um comentário