A vacina da Rússia para a Covid-19 não teve efeitos adversos e induziu resposta imune, indica um estudo com resultados preliminares publicado na revista científica "The Lancet", uma das mais importantes do mundo, nesta sexta-feira (4). Os cientistas russos reconheceram a necessidade de mais testes para comprovar a eficácia da vacina. Chamada de "Sputnik V", a imunização foi registrada no mês passado na Rússia, mas a falta de estudos publicados sobre os testes gerou desconfiança entre a comunidade internacional. No Brasil, o governo do Paraná firmou uma parceria para desenvolver a vacina russa e, nesta sexta (4), informou que o pedido de...

Os resultados da última fase de testes da vacina da americana Pfizer contra o novo coronavírus devem sair já no começo de outubro, segundo o presidente da empresa Albert Bourla. A vacina da Pfizer, que tem como base o RNA mensageiro, tem como objetivo produzir as proteínas antivirais no corpo do indivíduo. Com a injeção, o conteúdo é capaz de informar as células do corpo humano sobre como produzir as proteínas capazes de lutar contra o coronavírus. A última fase de testes da proteção ainda está acontecendo e já foi realizada com 23.000 voluntários com idades entre 18 e 85 anos. Desse...

A farmacêutica francesa Sanofi disse nesta quinta-feira (3) que iniciaria testes em humanos da vacina potencial contra o coronavírus, desenvolvida com a empresa britânica GSK, após testes preliminares com resultados promissores. O lançamento dos testes de fase 1 e 2 representam uma "etapa importante e mais um passo para o desenvolvimento de uma vacina potencial para nos ajudar a vencer a Covid-19", disse o vice-presidente executivo da Sanofi Pasteur, Thomas Triomphe. A vacina à base de proteína, de propriedade da Sanofi e usada para tratar a gripe, foi combinada com um complemento desenvolvido pela GSK, conhecido como adjuvante, que aumenta a resposta...

Como parte de seus esforços contínuos para combater o COVID-19, a Food and Drug Administration dos EUA ampliou o escopo da autorização de uso de emergência (EUA) existente para o medicamento Veklury (remdesivir) para incluir o tratamento de todos os pacientes adultos e pediátricos hospitalizados com COVID-19 suspeito ou confirmado por laboratório, independentemente da gravidade da doença. Em maio de 2020, o FDA emitiu um EUA que autorizou o Veklury para o tratamento de pacientes adultos e pediátricos hospitalizados com COVID-19 grave. Conforme observado na emissão inicial do EUA, o uso de emergência do Veklury foi limitado aos pacientes com doença...

Duas vacinas chinesas já foram aplicada em centenas de milhares de pessoas, a partir de um protocolo de emergência na China, e até agora nenhum dos pacientes apresentou efeito colateral grave nem foi infectado pelo novo coronavírus. É o que afirma uma porta-voz do China National Biotec Group (CNBG), órgão do governo chinês responsável pelo desenvolvimento das vacinas. As informações são do jornal South China Morning Post. “Centenas de milhares de pessoas receberam doses das vacinas, e ninguém mostrou nenhum efeito colateral ou foi infectado pelo vírus”, declarou Zhou Song, secretária da comissão de inspeção da China National Biotec Group, nesta segunda (7), à China...

A desenvolvedora de vacinas americana Novavax anunciou segunda-feira que chegou a um acordo de princípio com o Canadá para fornecer 76 milhões de doses de sua vacina experimental contra o coronavírus ao país. A empresa disse que espera finalizar um acordo para fornecer doses ao Canadá “já no segundo trimestre de 2021”. O acordo depende de a vacina obter uma licença da Health Canada, disse a empresa. As ações da Novavax fecharam mais de 2% em alta. A vacina da empresa, chamada NVX-CoV2373, está atualmente na fase dois de testes. Ele já havia dito que poderia começar os testes de estágio final já em outubro.  “Estamos avançando com...

A alergia a amendoim é um tipo comum de alergia alimentar que ocorre em crianças e adultos. Nessa alergia, seu sistema imunológico identifica as proteínas do amendoim como prejudiciais. Quando você entra em contato com essas proteínas, seu sistema imunológico reage e libera histaminas, que causam uma reação alérgica. Geralmente, as reações alérgicas a amendoim são a causa mais comum de anafilaxia fatal induzida por alimentos, e os grupos de maior risco são os adolescentes com asma. Na verdade, estudos mostram que as pessoas alérgicas a amendoim apresentam maior risco de anafilaxia em comparação a pessoas alérgicas a outros alimentos, como leite...

As farmacêuticas Vir Biotechnology e a GlaxoSmithKline (GSK) deram mais um passo rumo ao tratamento precoce de pacientes com covid-19. As empresas administraram a primeira dose a um paciente em um estudo clínico de fase 2 de 3 do uso de um anticorpo. O estudo vai envolver 1.300 pacientes em todo o mundo para determinar se o anticorpo monoclonal, o VIR-7831, pode evitar as hospitalizações por causa do coronavírus. A expectativa é chegar a resultados até o primeiro trimestre do ano que vem, ainda que vê chances de ter resultados iniciais já no fim deste ano. O tratamento em si é esperado...

Uma das opções tidas como promissoras é a terapia de anticorpos monoclonais (ou mAb, na sigla em inglês), um tipo de tratamento que poderia ser adotado tanto para prevenir a infecção quanto para tratar o paciente, uma vez que a doença tenha se desenvolvido. Todos os projetos de desenvolvimento de anticorpos monoclonais contra a covid-19 ainda estão em fase de estudos, com diversos obstáculos pela frente, como custo, e segurança. O que são os anticorpos monoclonais? Quando nosso corpo detecta a presença de um antígeno, neste caso o vírus Sars-CoV-2, o sistema imunológico produz anticorpos, proteínas destinadas a neutralizar esse antígeno em particular,...

TÓQUIO (Reuters) - A Daiichi Sankyo Co informou nesta segunda-feira que sua candidata a vacina para Covid-19 baseada em RNA mensageiro (mRNA) foi selecionada para inclusão em um programa de descoberta de medicamentos pela Agência Japonesa de Pesquisa e Desenvolvimento Médico. A vacina, conhecida como DS-5670, foi escolhida para a segunda rodada do programa dedicado à pesquisa sobre Covid-19. A Daiichi Sankyo pretende iniciar os estudos clínicos da vacina por volta de março de 2021, em colaboração com a Universidade de Tóquio.   Fonte: https://www.msn.com/pt-br/noticias/mundo/vacina-da-daiichi-sankyo-para-covid-19-%C3%A9-selecionada-por-programa-japon%C3%AAs-de-pesquisa/ar-BB18y6ic?ocid=msedgdhp...