Pesquisas sobre o uso da substância contra os efeitos da doença não são conclusivas, mas parecem promissoras -- até o momento Na busca internacional e sem precedentes para combater um vírus, há duas frentes. Uma é a produção de uma vacina eficiente e segura para imunizar boa parte da população mundial, o que transformaria o novo coronavírus num mal menor. A outra aposta dos cientistas e médicos é descobrir medicamentos que aplaquem os efeitos de quem já sofre o processo inflamatório acelerado provocado pela Covid-19. Embora sejam complementares, os dois esforços seguem caminhos diferentes. A pesquisa da vacina se beneficia do...

A prevalência da cardiomiopatia amiloidótica por transtirretina, no Brasil e em âmbito mundial, é desconhecida. Estima-se que menos de 1% dos pacientes já tenham sido diagnosticados. Sem tratamento, a expectativa de vida é de apenas 2 a 3 anos e meio após o diagnóstico. O medicamento, agora aprovado para comercialização no Brasil, muda este cenário. “Até então, as opções eram gerenciar os sintomas e, em casos raros, o transplante de órgãos. Com esse medicamento, os pacientes podem viver mais e com mais qualidade de vida”, ressalta a diretora médica da Pfizer Brasil, Márjori Dulcine. Em 2016, Vyndaqel foi aprovado no Brasil para...

Na Austrália, um estudo liderado pelo Instituto de Descobertas em Biomedicina da Universidade de Monash, em Melbourne, descobriu um remédio que mata o novo coronavírus em 48 horas. Se trata de um medicamento antiparasitário, chamado de ivermectina, que é usado geralmente para tratar verminoses. No estudo, o remédio foi capaz de inibir o crescimento do novo coronavírus (Sars-CoV-2) em cultura de células. Em 24 horas foi notada redução significativa do material genético do novo coronavírus. Após 48 horas ele havia sido erradicado. Ainda não se sabe o mecanismo pelo qual a ivermectina mata o coronavírus. Com base nos efeitos em outros vírus,...

A síndrome gripal é uma doença que pode ter diferentes causas, entre elas, a infecção pelo vírus Influenza, Parainfluenza, Adenovírus ou Vírus Sincicial Respiratório podendo ser ocasionada também por bactérias. Tem como principais características a febre alta acompanhada de tosse, dor de garganta, dor de cabeça, dor no corpo e dor articular. Os sintomas geralmente duram 1 semana. Definição de síndrome gripal: Indivíduo que apresente febre de início súbito, mesmo que referida, acompanhada de tosse ou dor de garganta e pelo menos um dos seguintes sintomas: cefaleia, mialgia ou artralgia, na ausência de outro diagnóstico específico. Em crianças com menos...

Prezados Clientes e Amigos, Informamos que de acordo com as recomendações da OMS e Governo do Estado de SP, a PRIMEDICIN está atuando em sistema home office, onde todos os pacientes continuam em atendimento e suas importações ainda não sofrem nenhum atraso. Para que não haja interrupção nos tratamentos de uso continuo, indicamos que adquiram 2 a 3 caixas por importação, visto que as decisões governamentais estão em constantes mudanças. Avalie com seu médico para receber receitas e relatórios médicos por e-mail ou Whats app, assim evitam regressões das doenças por falta de uso do medicamento. Ademais, desejamos que TODOS fiquem bem e em...

7 anos de história, dedicação e empatia juntos a todos os nossos clientes, pacientes, parceiros e amigos! Acreditamos que a força do trabalho, comprometimento e zelo fazem da Primedicin a melhor empresa de assessoria do mercado!! Agradecemos a todos!!! ...

A Doença de Parkinson é uma doença neurodegenerativa progressiva caracterizada por sintomas motores como tremores, rigidez, perda de equilíbrio e coordenação, movimentos lentos, instabilidade postural e tremor. A causa da DP é a degeneração progressiva associada a níveis reduzidos de dopamina na substância negra e estriado dos gânglios da base no cérebro. Ocorre quando células cerebrais ou neurônios que controlam o movimento do corpo ficam prejudicados ou não funcionais ou morrem. A doença afeta 50% mais homens que mulheres. A maioria desenvolve a doença aos 60 anos, enquanto 5 a 10% dos indivíduos são diagnosticados antes dos 50 anos. À medida que a doença progride, o paciente pode ter dificuldade em...

No início de 2018, a OMS (Organização Mundial de Saúde) incluiu a enxaqueca, doença neurológica, hereditária e crônica, no rol das enfermidades mais incapacitantes. Não é para menos. Para quem sofre de enxaqueca, o impacto social, econômico e emocional é inevitável, uma vez que o paciente não presta atenção nas coisas, não trabalha ou estuda bem e tem certas áreas da memória afetadas durante uma crise. Muitas vezes confundida com outras cefaleias, a enxaqueca é um tipo de dor de cabeça que costuma provocar dores unilaterais e latejantes, acompanhadas na maioria das vezes de náuseas, vômitos e intolerância a sons, luz e cheiros fortes. As crises tendem a aparecer ocasionalmente, com duração...

A Fibrose Cística (FC) ou Mucoviscidose, como também é conhecida, é uma das doenças hereditárias consideradas graves determinada por um padrão de herança autossômico recessivo e afeta especialmente os pulmões e o pâncreas, num processo obstrutivo causado pelo aumento da viscosidade do muco. Nos pulmões, esse aumento na viscosidade bloqueia as vias aéreas propiciando a proliferação bacteriana (especialmente pseudomonas e estafilococos), o que leva à infecção crônica, à lesão pulmonar e ao óbito por disfunção respiratória. No pâncreas, quando os ductos estão obstruídos pela secreção espessa, há uma perda de enzimas digestivas, levando à má nutrição. Esta doença apresenta um índice de mortalidade elevado, porém, nos últimos anos, o prognóstico tem...