• Prescrição

    Em consulta com seu médico receba sua prescrição médica (receita) com todas…

    Leia Mais
  • Solicitando

    O processo é muito simples, com a prescrição médica em mãos, RG e CPF…

    Leia Mais
  • Importação

    Com a documentação do paciente em mãos a Primedicin entrará em contato…

    Leia Mais
  • Transporte

    O transporte de seu medicamento importado ocorrerá da maneira que está estab…

    Leia Mais
  • Entrega

    Sua medicação seguirá diretamente do país de origem ao endereço informado…

    Leia Mais

Dezembro Laranja, Mês de conscientização sobre o Câncer de Pele

A pele é responsável por proteger contra o calor, a luz e os traumas, além de ajudar no controle da temperatura. Funciona como um reservatório de gordura e água e é o órgão responsável pele síntese de vitamina D. Tem três grandes camadas: epiderme, derme e gordura (ou camada subcutânea).

A epiderme é a camada mais superficial, composta predominantemente por células escamosas. Na porção mais inferior da epiderme, encontram-se células mais arredondadas, chamadas de células basais, e as células que sintetizam o pigmento melanina: os melanócitos.

Os melanócitos são produtores do pigmento que dá cor à pele, a melanina. Quando estimulados pela luz solar, eles produzem mais melanina, o que confere o tom bronzeado à pele. Ao contrário da derme e do tecido gorduroso, a epiderme não contém vasos sanguíneos nem vasos linfáticos.

Na derme encontram-se as glândulas sudoríparas, que produzem o suor e ajudam no controle da temperatura do corpo, bem como as glândulas sebáceas, que produzem a secreção responsável pela hidratação da pele.

Os três tipos de câncer de pele mais comuns são, em ordem decrescente:

  • Carcinoma basocelular

Aparece, geralmente, em partes do corpo expostas ao Sol, como face, orelhas, pescoço, couro cabeludo, ombros e costas. Mas, pode surgir em áreas não expostas, apesar de não ser comum. O tipo mais encontrado é o CBC nódulo-ulcerativo, que forma uma elevação vermelha na pele, brilhosa, com uma crosta central, que pode sangrar facilmente.

Atenção – em alguns casos, manifestações do CBC podem ser parecidas com outras lesões, como eczema ou psoríase, que são problemas na pele.

  • Carcinoma de células escamosas (carcinoma espinocelular)

Pode se desenvolver em todas as partes do corpo, embora seja mais comum nas áreas expostas ao sol, como orelhas, rosto, couro cabeludo e pescoço. Nestas regiões, a pele pode ficar enrugada, mudar de cor e perder a elasticidade. Normalmente, tem coloração avermelhada e aparece como machucados ou feridas que não cicatrizam e sangram às vezes. O CEC pode ser parecido com verrugas.

Atenção – o CEC é duas vezes mais frequente em homens do que em mulheres.

  • Melanoma maligno

É o tipo de câncer de pele mais agressivo. No entanto, as chances de cura são de mais de 90%, quando há o diagnóstico precoce. Surge, normalmente, em áreas difíceis de serem vistas, embora seja mais comum nas pernas em mulheres, no tronco em homens, bem como no pescoço e rosto em ambos os sexos. Geralmente, o melanoma parece uma pinta ou um sinal escuro na pele. Porém, a “pinta” ou o “sinal”, muda de cor, formato ou tamanho e pode sangrar.

Com a intenção de estimular a população na prevenção e no diagnóstico ao câncer da pele, em 2014 a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) deu início ao movimento de combate ao câncer da pele batizado “Dezembro Laranja”. Desde então, sempre no último mês do ano, a entidade realiza ações para lembrar como evitar o câncer mais comum no país e convida a população a compartilhar nas redes sociais uma foto vestindo uma peça de roupa laranja, publicando-a com a hashtag #dezembrolaranja.

As ações incluem iluminação de monumentos, iniciativas de conscientização em praias e parques com distribuição de filtro solar, entre outras. Todo ano o tema da campanha é renovado para atrair um maior número de pessoas nessa luta de conscientização. O câncer da pele é o tipo da doença mais incidente no Brasil, com 176 mil novos casos ao ano.

Em 2018, o tema da Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer da Pele é “Se exponha mas não se queime”. A ação ganha destaque com o movimento Dezembro Laranja, que informa a população sobre as formas de prevenção com a adoção de uma série de medidas fotoprotetoras, e a procurar um médico especializado para diagnóstico e tratamento.

Fontes:

https://www.vencerocancer.org.br/tipos-de-cancer/melanoma-e-outros-canceres-de-pele/melanomacancer-de-pele-o-que-e/

https://www.pfizer.com.br/sua-saude/oncologia/cancer-de-pele

https://www.hospitaloswaldocruz.org.br/imprensa/noticias/dezembro-laranja-mes-de-conscientizacao-sobre-o-cancer-de-pele

https://www.sbd.org.br/dezembroLaranja/noticias/conheca-a-campanha-nacional-de-prevencao-ao-cancer-da-pele/

Nenhum Comentário. Seja o primeiro!

Deixe uma resposta

Mensagem